Uso de tampões

Linda garota ativa e feliz andando de patins

OS TAMPÕES TAMPAX CONTÊM ASBESTO?

Não. Não só não contêm como nunca contiveram asbesto.

OS TAMPÕES CONTÊM DIOXINAS?

Os métodos de estudo atualmente utilizados confirmam com total segurança a ausência de dioxinas.

É SEGURO USAR SEDA ARTIFICIAL NOS TAMPÕES?

Sim. Na verdade, a seda artificial, igualmente conhecida por viscose, não passa de celulose proveniente da pasta de madeira. A segurança da seda artificial e da celulose está acima de qualquer dúvida. Além disso, foi amplamente investigada e todos os estudos realizados confirmam que o algodão e a seda artificial são igualmente seguros.

PORQUE É QUE AS MATÉRIAS-PRIMAS USADAS PARA FAZER TAMPÕES SÃO BRANQUEADAS?

Todas as matérias-primas utilizadas para o fabrico de produtos higiénicos devem ser purificadas para assegurar a qualidade e o rendimento.

O TAMPÃO É TÃO SEGURO COMO OUTROS MEIOS DE PROTEÇÃO?

Sim. Os tampões são fabricados com materiais absorventes de origem natural, como o algodão e a celulose. Existem estudos que comparam a segurança dos tampões relativamente à dos pensos higiénicos e concluiu-se que os tampões são tão seguros como qualquer outro método de proteção menstrual. Existem vários tipos de tampões, escolhe o adequado para ti.

PODEM SER USADOS DESDE O PRIMEIRO PERÍODO?

Sim, podem ser usados em qualquer idade e a partir do primeiro período. A idade não constitui um fator determinante para recomendar ou não o uso de tampões. É claro que não se podem usar tampões na gravidez nem, pelo menos, dois meses após um parto, uma cesariana ou um aborto.

No momento da vinda do primeiro período, a vagina tem praticamente o seu tamanho definitivo e este é muito maior do que o de um tampão. Por outro lado, o orifício da vagina está parcialmente tapado por uma membrana, o hímen, que é elástica e pode dilatar facilmente para permitir a introdução e a saída do tampão.

Além disso, existem tampões com diferentes graus de absorção, adequados para cada tipo de fluxo e momento do período. É recomendável que, nas primeiras vezes, se usem tampões com menor grau de absorção, que, ao serem mais pequenos, facilitam a inserção. Escolhe tampões com aplicador, a inserção será mais fácil e cómoda. Se, ao colocares o teu primeiro tampão, sentires desconforto ou te aperceberes dele, é porque o colocaste mal, o que é normal acontecer nas primeiras vezes, e é melhor retirá-lo e inserir um novo de forma correta.

COMO SE DEVE ESCOLHER O TAMPÃO ADEQUADO?

Existem vários tipos de tampões. Os dias do período não são todos iguais: em alguns, é mais abundante, noutros, menos. Por este motivo, existe uma grande variedade de tampões e deves escolher aquele que melhor se adapte a ti, em função da quantidade de fluxo que tenhas em cada momento. Em caso de dúvida, usa sempre o de menor grau de absorção. Se for a tua primeira vez, aconselhamos-te a experimentar os Lites, que são os mais pequenos e com o menor grau de absorção.

Normalmente, deverás usar tampões com maior grau de absorção nos primeiros dias do período e depois ires passando para tampões com menor grau de absorção. No entanto, para saberes qual o grau de absorção de que necessitas em cada momento, recomendamos-te o seguinte: quando removeres o tampão ao fim de 4 horas aproximadamente, observa-o por instantes; se ainda restar fibra limpa, quer dizer que precisas de um tampão com menor grau de absorção. Se, por outro lado, antes de passarem 4 horas, sentires que começa a ficar cheio, vais precisar de um tampão com maior capacidade de absorção. Lembra-te de que nunca deves esperar mais de 8 horas para te mudares, seja qual for o tipo de tampões que estás a utilizar.

E, para saberes exatamente quais são mais adequados para ti, podes usar o Recomendador de produtos EVAX&TAMPAX.

POSSO USAR UM TAMPÃO DE NOITE?

Sim. Quando usares tampão durante a noite, coloca um novo mesmo antes de ires para a cama e substitui-o quando te levantares de manhã. Lembra-te de que nunca deves usá-lo mais do que 8 horas seguidas… De qualquer modo, é recomendável deixar sair o fluxo pelo menos uma vez por dia, pelo que podes aproveitar a noite para usar um penso higiénico.

PODEM CAUSAR INFEÇÕES?

Não. Os estudos realizados demonstram que as substâncias com as quais os tampões são fabricados, o algodão e a celulose, não são tóxicas nem alteram a flora bacteriana vaginal da mulher saudável. Além disso, são dermatologicamente compatíveis com a mucosa vaginal.

Se sofreres de alguma infeção vaginal causada por fungos ou outros agentes infeciosos coincidindo com o período, consulta o teu médico, não vá o uso do tampão ser incómodo ou incompatível com o tratamento.

BLOQUEIAM O FLUXO MENSTRUAL?

Não. O tampão absorve o fluxo menstrual até atingir a saturação da sua capacidade de absorção. Uma vez alcançado este limite, o fluxo restante continua a sair pelo canal vaginal. Por isso, é importante que escolhas o grau de absorção adequado a cada momento do período, para evitar manchares as tuas cuequinhas.

PODEM FICAR FIBRAS DO TAMPÃO DENTRO DA VAGINA?

Sim, mas não deves preocupar-te. Todos os tampões podem deixar ocasionalmente fibras na vagina após o seu uso. Isso pode acontecer se usares um tampão com um grau de absorção superior àquele que necessitas ou se o mudares com demasiada frequência. No entanto, estudos clínicos provaram que não existe evidência de que as referidas fibras possam causar algum efeito nocivo.

Além disso, os processos naturais de autolimpeza da vagina expulsam rapidamente os restos de fibra que possam ter ficado após o uso do tampão, por isso não te deves preocupar com essa questão.

PODE-SE USAR UM DISPOSITIVO INTRA-UTERINO (DIU) E UM TAMPÃO?

Sim. O DIU e os tampões são colocados em órgãos diferentes. O DIU é inserido no útero, enquanto que os tampões são introduzidos na vagina, pelo que não interferem um com o outro de forma alguma.

PODEM-SE USAR TAMPÕES DEPOIS DE DAR À LUZ?

Sim, ao fim de 40 dias. Não existe nenhuma contraindicação para o uso de tampões passados 40 dias após o parto. Em todo o caso, lembramos-te que o teu médico especialista é a pessoa mais indicada para esclarecer as tuas dúvidas.

O TAMPÃO PODE SAIR DURANTE O USO?

Não, se escolheres o tampão com o grau de absorção adequado. Se o tampão for introduzido de forma correta, os músculos à volta da entrada da vagina mantê-lo-ão no sítio. Por outro lado, algumas mulheres podem notar como o tampão desliza até o sentirem na abertura da vagina. Tal é mais frequente em mulheres que tenham tido filhos, ao defecarem ou urinarem, devido ao aumento da pressão abdominal. Os tampões tendem a deslizar quando estão cheios e prontos a serem substituídos. Por isso, convém escolheres o tampão com o grau de absorção adequado.

É POSSÍVEL QUE O TAMPÃO SE PERCA DENTRO DO CORPO?

Não. É impossível o tampão passar da vagina para o útero, pois o orifício que faz comunicação entre ambos é demasiado pequeno.

PODE FICAR PRESO NA VAGINA?

Não. Se não conseguires retirá-lo ao puxar pelo fio, tenta relaxar. Se estiveres tensa, os músculos da vagina contrair-se-ão e tal dificultará a extração. Caso o fio fique preso no interior da vagina, não te preocupes, não há problema nenhum. Puxa-o simplesmente com os dedos ou, se tiveres dificuldades em extraí-lo, vai ao teu ginecologista para que te ajude. Lembra-te de que não deves passar mais de 8 horas seguidas com o tampão no interior do teu corpo.

O FIO PODE RASGAR AO RETIRAR O TAMPÃO?

Não. É praticamente impossível que isso possa acontecer, uma vez que o fio está bem cosido ao longo de todo o tampão. Se acontecer, não deves preocupar-te porque não há problema nenhum. Tentar tirar o tampão com os dedos, e, se não conseguires, vai ao teu ginecologista para que te ajude.

POSSO TOMAR BANHO TENDO UM TAMPÃO?

Sim. A vagina impede a entrada de água no teu corpo, e, além disso, o tampão e a vagina adaptam-se perfeitamente entre si, por isso é impossível o tampão sair sozinho do teu corpo.

POSSO USAR UM TAMPÃO SE FOR VIRGEM?

Sim. O tampão é suficientemente fino para atravessar o orifício flexível do hímen sem o romper, tal como acontece com o fluxo menstrual, pelo que o seu uso nada tem a ver com a virgindade.

AO USAR TAMPÃO, ROMPE-SE O HÍMEN?

Não. É praticamente impossível um tampão romper o hímen, porque este tem uma abertura que é por onde o período passa, e é precisamente por aí que o tampão entra.

O USO DE TAMPÕES PODE ALARGAR A VAGINA?

Não. Não há nenhuma relação médica nem anatómica para acreditar que o uso de tampões pode causar um alargamento da vagina.

O QUE É A SÍNDROME DO CHOQUE TÓXICO (SCT)?

A Síndrome do Choque Tóxico (SCT) é uma doença muito pouco frequente, embora grave. É causada por toxinas produzidas pela bactéria Staphylococcus Aureus, que, normalmente, se encontra no nariz e na vagina. A SCT é uma doença conhecida e tratável que pode ser contraída por qualquer pessoa, homem, mulher ou criança. Aproximadamente metade dos casos ocorrem em mulheres que têm a menstruação. A grande maioria dos médicos não vê um caso de SCT ao longo da sua carreira profissional. Para mais informações, podes consultar o folheto incluído em todas as caixas de tampões.

OS TAMPÕES PODEM PROVOCAR O CANCRO?

Não. Ao fim de 50 anos de investigações, chegou-se à conclusão de que não existe nenhuma prova de que os tampões estejam associados a qualquer tipo de cancro.

O USO DE TAMPÕES CAUSA QUISTOS NOS OVÁRIOS?

Não. Não há nenhuma prova de que o uso de tampões tenha alguma relação com o desenvolvimento de quistos nos ovários.

OS TAMPÕES PODEM PROVOCAR DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS?

Não. As doenças venéreas são causadas por diferentes variedades de microrganismos e nenhum deles está presente nem consegue sobreviver nos tampões.

PODE-SE CONTRAIR A SIDA ATRAVÉS DO USO DE UM TAMPÃO?

Não. A SIDA é causada por um vírus que não sobrevive fora do corpo. Não se contagia em casas de banho, piscinas, comida ou tampões. O vírus é contagiado através dos contactos íntimos com os fluidos corporais. Contagia-se através de relações sexuais e do contacto direto de sangue com sangue, através do uso partilhado de agulhas, por exemplo.

O TAMPÃO PODE CAUSAR-ME VAGINITE?

Não. A vaginite é uma infeção ou inflamação da vagina que pode afetar cerca de um terço de todas as mulheres durante a sua idade fértil, e estudos e sondagens demonstraram que é tão comum entre as utilizadoras de tampões como nas de pensos higiénicos.

Artigo elaborado pelo Comité Médico de Saúde da Mulher Dexeus - Fundação Dexeus Saúde da Mulher.

PRODUTOS RELACIONADOS

Tampões TAMPAX Pearl Compak Super Plus

Tampões TAMPAX Pearl Compak Super Plus

Os tampões Tampax Compak Pearl são os melhores tampões da Tampax para proporcionar conforto, proteção e discrição. Não contêm perfume. Os tampões Tampax Compak Pearl incluem um aplicador de plástico suave, compacto e discreto e uma ponta arredondada para maior conforto na inserção. O seu cabo antideslizante moldado faz com que seja fácil segurar e posicionar o aplicador. O Tampax Compak Pearl inclui a tecnologia MotionFit, que se expande suavemente para se adaptar à forma única do teu corpo. Além disso, conta com uma trança LeakGuard, que ajuda a evitar as fugas antes que aconteçam.

Tampões TAMPAX Pearl Super Plus

Tampões TAMPAX Pearl Super Plus

Nova geração de tampões TAMPAX Pearl Super Plus, com um aplicador mais suave e super deslizante para uma inserção ainda mais fácil e cómoda

Tampões TAMPAX Pearl Compak Regular

Tampões TAMPAX Pearl Compak Regular

Os tampões Tampax Compak Pearl são os melhores tampões da Tampax para proporcionar conforto, proteção e discrição. Não contêm perfume. Os tampões Tampax Compak Pearl incluem um aplicador de plástico suave, compacto e discreto e uma ponta arredondada para maior conforto na inserção.