Higiene íntima na adolescência

Algumas raparigas têm muitas dúvidas acerca de tudo o que se refere à higiene íntima e proteção dos órgãos genitais, apesar dos genitais serem apenas mais uma parte do nosso corpo, pelo que, tal como as restantes partes, em princípio, com a higiene diária habitual, deveriam manter-se limpos e sem problemas. A higiene íntima feminina deve ser uma higiene diária.

Contudo, é verdade que se trata de uma zona delicada que liberta um determinado odor próprio de cada pessoa (que é normal e natural), que se encontra em contacto com fluxo, urina, menstruação e suor e que, além disso, normalmente areja pouco. Tudo isto pode exigir uma higiene mais específica nesta zona, sempre ou em determinados dias do ciclo, mas com cuidado para não se tornar uma obsessão, já que, nesta parte do corpo, os excessos na higiene podem ser tão prejudiciais como a ausência da mesma. É necessário não abusar da higiene íntima para não prejudicar a flora vaginal.

OS GENITAIS

A melhor maneira de, realizar a higiene feminina, isto é, limpar a área exterior dos genitais (a região vulvar) é com água morna e um sabonete suave sem perfume (de preferência, neutro) durante o banho ou duche. Para lavar a vulva, afastar bem as pernas e pôr o sabonete diretamente na mão (não usar luvas nem esponjas). Convém esfregar bem os lábios e todas as dobras da vulva. Depois, enxaguar abundantemente (para evitar que fiquem restos de sabonete) e secar bem (para evitar que a zona fique húmida). Não é necessário, nem conveniente, limpar a área interior dos genitais (a vagina). Normalmente, a vagina limpa-se por si mesma, uma vez que as paredes da vagina produzem um fluxo (o fluxo vaginal) que as limpa e transporta as células mortas e outros micro-organismos para fora do organismo. Os duches vaginais não são aconselháveis, a não ser por indicação médica. A limpeza da zona anal realiza-se da mesma forma que a da região vulvar, mas convém fazê-la sempre de frente para trás para evitar contaminar a vulva ou a vagina com bactérias provenientes do intestino. A higiene diária é de extrema importância.

Embora, nas farmácias, se encontrem à venda inúmeros produtos para uso íntimo feminino, a maioria destes produtos, exceto os sabonetes neutros específicos, não são necessários. A higiene feminina deve ser feita com muito cuidado. Alguns produtos podem até ser prejudiciais, pois podem provocar alergias ou irritações. Apesar de existirem produtos que podem ser ocasionalmente usados, em todo o caso, não uses pensos higiénicos com desodorizante nem desodorizantes em spray na área vulvar. Além disso, é bom lembrar que os desodorizantes e outros produtos são um complemento, mas nunca um substituto da higiene íntima.

A vulva deve ser lavada, no mínimo, uma vez por dia. Se não quiseres tomar um duche, podes fazer a higiene diária no bidé. Quando tiveres o período, podes lavar-te normalmente, ou mais ainda, do que nos dias sem período. Faz sempre a tua higiene feminina.

UMA BOA PROTEÇÃO

Tal como na higiene, além da limpeza, também é importante a proteção. O protegeslip pode ser útil para te sentires mais limpa. Podes usá-lo nos dias de pouco fluxo, como proteção suplementar com os tampões, ou nos dias em que tenhas muito fluxo. O protegeslip protege (como o próprio nome indica) as tuas cuequinhas. Para ser eficaz, convém mudá-lo as vezes que forem necessárias. Não deves usá-lo se te causar comichão ou irritação. Há mulheres que se sentem muito à-vontade com ele e outras que não. É uma decisão pessoal.

É recomendável que as cuequinhas sejam de fibras naturais. Deves mudá-las, no mínimo, uma vez por dia, ou mais frequentemente, se te sentires mais confortável, e pra que mantenhas a tua higiene feminina. Podes usar cuequinhas de fibra sintética, mas, se te irritarem a pele, deves passar a usar as de algodão. Relativamente às cuequinhas tanga, podes usá-las desde que não te incomodem ou apertem excessivamente a zona genital. Lembra-te que a tua higiene diária é muito importante.

Artigo elaborado pelo Comité Médico de Saúde da Mulher Dexeus - Fundação Dexeus Saúde da Mulher.